Espaço de Ideias | Como aproveitar os naperons da minha avó
1924
post-template-default,single,single-post,postid-1924,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-starflix,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive
 

Como aproveitar os naperons da minha avó

Como aproveitar os naperons da minha avó

Se há coisas que admiro é a paciência que as nossas avós tinham para fazer renda. Levavam horas e horas a fazer estas autenticas obras de arte. De certeza que nos lembramos de ver um exemplar destes em cima dos móveis dos nossos avós e até dos nossos pais. Hoje em dia, salvo raras excepções, o conceito de vida moderna não contempla  usar naperons por cima dos móveis mas, a ideia de os colocar nas paredes como forma de perpetuar esta arte, parece-me uma excelente ideia. E é isso que eu tenho feito em alguns dos meus trabalhos. Quando tenho um orçamento mais folgado, costumo mandar emoldurar numa empresa própria,  se o dinheiro é pouco, compro as molduras na IKEA ou no Leroy e Merlin e faço eu mesma o trabalho. Normalmente utilizo como fundo um papel de parede para dar mais destaque à renda mas, se não tiverem papel decorativo podem usar um tecido colado ou mesmo uma cartolina.

Na próxima vez que a vossa avó vos visitar vai ficar muito orgulhosa!  Quem não tem um naperon em casa?